6 eventos astronômicos surpreendentes que você não vai querer perder em 2018

Alguns dos eventos astronômicos mais esperados de 2018.

1 – Fogos de artifício pulsar

O que acontece quando um pulsar, uma estrela de nêutrons que emite radiação muito intensa, coincide com a trajectória de uma estrela maciça que brilha mesmo 10 milénio vezes mais que o sol? De concórdia com a NASA, levante encontro incomum produz uma série de explosões espetaculares , em si, fogos de artifício no espaço que acontecerá em qualquer momento em 2018.

Leste deve ser um dos eventos astronômicos mais esperados do ano pela comunidade científica, porque abre a possibilidade de estudar estrelas maciças, medindo tamanho, seriedade, campo magnético e natividade de vários elementos pesados ​​na galáxia.

2 – Chuveiro de meteoros

As chuvas de meteoros anuais são um dos eventos astronômicos mais especiais e mágicos que o universo pode nos dar. O firmamento noturno é arreado com flashes de detritos cósmicos que viajam a grande velocidade para iluminar a visão da Terreno.

Se você segue esses shows estelares todos os anos, você pode marcar o calendário de 12 a 13 de agosto , quando o Perseids atingirá seu sumo com até 60 meteoros por hora. Ou por outra, de 13 a 14 de dezembro, os Geminídeos se moverão no firmamento com até 120 meteoros por hora. Uau!

3 – 2018 deve ser o ano das explorações lunares

A última vez que uma missão tripulada foi feita para a Lua foi em 1972, com três astronautas a bordo do Apollo 17. É ávido proferir que pelo menos seis missões espaciais, cinco privadas e uma pública, explorem a Lua levante ano.

O primeiro a lançar seria o Chandrayaan-2 da Índia, da Organização de Pesquisa Espacial Indiana (ISRO), que agendará para março o envio de um orbiter, um lander e um pequeno explorador.

Por outro lado, com o Google Lunar X Prize, cinco candidatos; EUA, Japão, Índia, Israel e um consórcio internacional, competirão pelo prêmio de vinte milhões de dólares, facultado ao primeiro time a pousar na Lua com sucesso. Se isso for provável, veremos transmissões de vídeos e imagens do espaço, fornecidas pelos vencedores desta competição. O prazo do concurso financiado pelo Google está definido para 31 de março de 2018.

4 – Veremos as bordas de um buraco preto pela primeira vez?

bordas do buraco negro

Até agora, tudo o que sabemos sobre buracos negros e sua aspecto deriva dos dados. Nunca os vimos diretamente, porque, por sua natureza, de uma negrume abissal que absorve 100% das luzes, tornando-se invisível para os seres humanos.

No entanto, com o poderoso telescópio denominado Event Horizon e o método de interferômetros em comprimentos de vaga milimétricos, os astrônomos esperam obter imagens que serão lançadas levante ano, do esboço de um buraco preto supermassivo no núcleo da Via Láctea. Esta seria a primeira vez que as bordas de um buraco preto serão fotografadas, o que é encorajador para o porvir ser capaz de edificar um dos maiores enigmas do universo de forma mais clara.

5 – O asteroide em forma de crânio retornará

asteroide do halloween

Você se lembra do asteroide em forma de crânio, sabido também uma vez que: asteroide do halloween, que se aproximou do nosso planeta em 31 de outubro de 2015, coincidentemente o dia em que o Dia das Bruxas é festejado? Leste ano, no final de novembro, o asteroide de aspecto peculiar será visto de novo a uma intervalo aproximada de 95 milénio quilômetros da Lua.

6 – Agenda Eclipse

eclipse

Você está pronto para ver o eclipse de 2018? Leste ano teremos dois eclipses lunares totais e três eclipses solares parciais, visíveis de diferentes partes do mundo.

Janeiro – 2018

O primeiro ocorrerá em 31 de janeiro, é um eclipse lunar totalidade visível da Austrália, Ásia Oriental, Oceano Pacífico e América do Setentrião.

Fevereiro – 2018

Em 15 de fevereiro, o Chile, a Argentina e a Antártica verão o segundo eclipse do ano, um eclipse solar parcial.

Julho – 2018

13 de julho: eclipse solar parcial visível na ponta sul da Austrália e Antártica.

27 de julho: eclipse lunar totalidade, visível em quase toda a Europa, Ásia ocidental e meão, oeste da Austrália e África.

Agosto – 2018

Finalmente, 11 de agosto será visto no Nordeste do Canadá. Setentrião da Europa, noroeste da Ásia e da Gronelândia, um eclipse solar parcial.

Base deste teor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *