Apple pretende completar com o iTunes

Informações divulgadas pela Bloomberg dão conta de que a Apple pretende completar com o iTunes, seu atual serviço de download e streaming de teor. De congraçamento com as notícias, o presidente-executivo da empresa, Tim Cook, deve publicar uma série de novos recursos voltados à obtenção de novos mercados. O objetivo da empresa é deixar de ter uma obediência tão grande do iPhone e passar a fomentar também seus outros produtos de tecnologia.

O primeiro passo dessa mudança de rota da empresa seria, logo, completar com o iTunes, serviço que está ativo desde 2001 e que serve porquê uma livraria de música, conteúdos de televisão e podcast para os usuários.

A teoria é que, no horizonte, três novos aplicativos de desktop sejam lançados, um para Música, outro para TV e outro direcionado aos Podcasts. Estes aplicativos poderão ser usados para hospedar e gerenciar os dados e corresponderão ao formato já usado em iPhones e iPads.

O relatório divulgado pela Bloomberg não especificou qual será o fado da loja iTunes. O documento também ressaltou outras importantes medidas da Apple, porquê a crescente autonomia do Apple Watch, que, atualmente, depende do funcionamento do iPhone.

Outrossim, a Bloomberg também reforçou que a gigante empresa da tecnologia deve investir na renovação dos aplicativos Health e Reminders, além de estar trabalhando também em uma estratégia de aplicativo unificado, que funcione para todos os dispositivos. Ainda não há previsão de quando essas mudanças devem ocorrer.

Sobre o iTunes

O iTunes é um serviço popular da Apple. Ele é um reprodutor de áudio e de outros formatos de arquivos digitais, porquê vídeos e filmes.

A Apple já chegou a negar o fechamento da loja iTunes em 2019, mas o relatório da Bloomberg foi específico ao declarar que o serviço deve ser interrompido. O que já se sabe é que a empresa vem estudando a possibilidade de completar com o aplicativo.

Agora, basta esperar para ver quais serão os próximos movimentos e investimentos da mais valiosa marca de smartphones do mundo!

Texto publicado em 14/06/2019.

Base deste teor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *