Aracnofobia

Chamamos de aracnofobia o pavor de aranhas, que é um dos medos mais comuns e antigos da cultura ocidental. Derivada da vocábulo grega arachne, que significa aranhas, a aracnofobia é um transtorno bastante espargido e espalhado, sendo geral encontrar pacientes com quadros de ligeiro a avançados.

Quais as causas da aracnofobia?

Segundo cientistas, a explicação mais plausível é a seleção evolutiva, sendo esta, portanto, nenhuma coisa mais, nenhuma coisa menos, do que uma resposta evolutiva. As aranhas, principalmente as mais venenosas, são sempre, durante toda a história, associadas às infecções e doenças. O pavor de aranhas pode, portanto, provocar respostas fisiológicas de repulsa em muitas pessoas.

No Reino Uno, foi realizado por cientistas um estudo com 261 adultos que comprovou que aproximadamente 32% das mulheres e 18% dos homens apresentaram reações que variam de impaciência até pavor extremos quando afrontados com uma aranha, seja isso feito por aranhas reais ou exclusivamente imagens destas.

Olhos de medo, Aranha

Ainda que exista a explicação da resposta evolutiva, para algumas pessoas o pavor de aranhas é exclusivamente uma resposta aprendida quando crianças, observando que outros temem as aranhas e que, por isso, também devem teme-las. Outrossim, a aracnofobia pode ser causada por um desequilíbrio em produtos químicos no cérebro, ou traços culturais decorrentes de hábitos de sua família ou de seu país. Outra questão bastante geral, é a experiência traumática envolvendo aranhas no pretérito, que é grande causadora da Aracnofobia.

Quais são os sintomas?

Aranha viuva negra

Muitos podem ser os sintomas da aracnofobia, podendo estes, ainda, surgirem em qualquer tempo da vida, seja puerícia, mocidade ou tempo adulta. É geral, entretanto, que em seguida um incidente traumático, alguns dos sintomas (ou até mesmo todos eles) estejam presentes em todas as idades quando o doente é confrontado com o objeto de sua fobia. São sintomas o aumento da frequência cardíaca e da respiração, sensação de perda do controle, paralisia, dores no peito, sensação de asfixia, tremor, sudorese, náuseas e distúrbios gastrointestinais, pranto, histerismo, incapacidade de notabilizar a veras da fantasia e até mesmo sensação de que está enlouquecendo. Os sintomas podem ser desencadeados, dependendo do tipo, com a simples menção da aranha, a visão de aranhas e até mesmo de teias.

Qual o tratamento para o pavor de aranhas?

A vida diária de um paciente com aracnofobia pode ser afetada de forma significativa e bastante negativa, por isso é preciso procurar tratamento. O ideal é fazer uma combinação de terapia, aconselhamento e medicamentos para realizar um tratamento adequado e eficiente, sendo, ainda, uma técnica, a exposição gradativa ao objeto do pavor, seja por fotos ou por aranhas de verdade. Para que seja eficiente, o tratamento deve ser seguido corretamente, e sempre com supervisão médica.

Base deste teor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *