Cientistas descobriram um novo tipo de gelo dentro de diamantes

Pesquisadores fizeram uma invenção incrível. Eles conseguiram encontrar um novo tipo de gelo dentro de diamantes extraídos das profundidades da Terreno.

Com isso, os cientistas também descobriram a presença de chuva presa no interno de diamantes do subsolo. Esse tipo de estudo é feito por geólogos, com o auxílio de subida tecnologia.

Oriente novo conhecimento fez com que os cientistas cogitassem que o planeta Terreno tem muito mais chuva do que sejamos capazes de prever. Isso exigiria um recálculo da quantidade totalidade de chuva que o nosso planeta retém.

Os pesquisadores fizeram a invenção analisando a maneira porquê os raios X difratavam através de diamantes coletados no sul da África, China, Zaire e Serra Leoa. As moléculas de chuva encontradas nesses diamantes foram espremidas em uma forma sólida de gelo, formada por chuva salgada que havia ficado presa nas rochas na região que fica inferior do véu chamado de zona de transição.

As moléculas de chuva inferior da zona de transição foram mantidas sob pressão dentro de falhas na matriz de átomos de carbono do cristal de diamante. O aperto dessas moléculas de chuva fez com que elas se estruturassem de forma dissemelhante, transformando-as em gelo.

Conheça o gelo-VII

O material revelado foi chamado de gelo-VII. Embora tenha sido produzido em laboratório usando recipientes pressurizados, esta é a primeira vez que se mostra que o gelo-VII existe no mundo originário, sendo oficialmente um mineral.

Com base na estudo da equipe sobre os diamantes, as moléculas de chuva devem ter ficado presas na forma líquida e se mantiveram em uma região que fica entre 610 e 800 quilômetros inferior da superfície do planeta. Essa é a primeira grande evidência de que existe chuva a esta profundidade em nosso planeta, provavelmente porquê um fluido salso.

Ter a confirmação de que a chuva manante realmente existe nessas profundezas é um bom primícias e faz com que os pesquisadores se questionem sobre quais seriam os outros segredos escondidos no mundo.

O estudo feito sobre essa invenção apresentou detalhes sobre a possibilidade de termos águas encapsuladas em diamantes nas profundezas da Terreno. Essa forma de chuva em subida pressão, chamada gelo-VII, surge em áreas profundas do planeta, na zona de transição onde os minerais estáveis ​​têm subida capacidade de armazenamento de chuva.

Suspeita-se que regiões ricas em chuva no véu mais profundo da Terreno desempenhem um papel fundamental no balanço global da chuva e na mobilidade dos elementos geradores de calor em nosso planeta. A pesquisa foi publicada no periódico Science.

Manadeira: Science Alert.

Veja também:

Por que planeta Terreno, se cá tem mais chuva do que terreno?

Mineradora encontra o maior diamante do mundo no Canadá

Base deste teor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *