Curiosidades sobre a Bombardier

A Bombardier é uma trabalhador de aviões regionais e de vagões ferroviários. Sua sede fica em Montreal, Quebec, no Canadá. Sua geração aconteceu em 1942, através do interesse de Joseph-Armand Bombardier, um mecânico que se dedicava a edificar veículos que tivessem um bom rendimento para marchar na neve.

Os veículos chamavam-se snowmobiles e, em 1937, tinham a capacidade para diversos passageiros, sendo usados para atividades do dia a dia. Porém, em 1948, o governo canadense cancelou as aulas e outras atividades no período de inverno e a Bombardier passou por sua primeira crise.

A saída foi investir na diversificação dos negócios, criando veículos para atender indústrias do setor de madeira, minério e óleo. Em 1960, os snowmobiles passaram a descrever com motor V-8 fabricado pela Chrysler. Os carros foram estilizados, passaram a descrever com janelas maiores, ganharam mais iluminação interna originário e ficaram mais confortáveis.

A Bombardier também lançou um resultado muito popular no Canadá em seguida 1970, sabido porquê Esqui-Doo, que eram trenós usados para se divertir na neve, que deslizavam facilmente e podiam ser motorizados.

A morte de J. Armand Bombardier, em 1964, mudou os rumos da empresa, que já estava muito próspera, com patrimônio superior a U$ 150 milhões. Os filhos do fundador se encarregaram de tocar os negócios e, em 1969, a companhia foi inserida na bolsa de valores.

A Bombardier passou também a se destinar à fabricação de aviões, quando comprou a Canadair, empresa estatal, formando portanto a Bombardier Aerospace. Outras empresas adquiridas pelo grupo foram Laerjet e Short Brothers.

Hoje, a Bombardier está entre as maiores fabricantes de aviões do mundo, disputando espaço com Boeing e Airbus. A Embraer, trabalhador brasileira de aviões, também já foi considerada uma poderoso concorrente da Bombardier, principalmente em jatos para voos regionais.

Bombardier Q400
Bombardier Q400

O avião que, historicamente, teve o melhor desempenho mercantil foi o Bombardier Q400. Os jatos executivos da traço Laerjet, fabricados pela Bombardier, também ficaram muito famosos. Outras aeronaves relevantes são CRJ, Global, Challenger e CSeries. Nestas linhas de aviões da Bombardier, dois modelos se destacam mais:

CS 100

Bombardier CS 100

Um jato mercantil que competia diretamente com o padrão E-195 da Embraer. Entre seus diferenciais estava a redução no consumo de combustível de até 20% em conferência com seus concorrentes. O objetivo da Bombardier com o lançamento foi surpreender o mercado com uma avião de ótimo custo-benefício, que viabilizava diversas operações de voos regionais.

CRJ 700

Bombardier CRJ 700

Leste jato da Bombardier, fabricado para operações comerciais, tinha o objetivo de competir com os concorrentes diretos da E-Jets e Fokker 100. No ramo dos jatos executivos, o CRJ 700 fez um grande sucesso, sendo que mais de 500 modelos foram fabricados e entregues para clientes de vários lugares do mundo.

A Bombardier sempre se destacou pela tecnologia e competitividade na extensão de tecnologia aeroespacial. Em 2018, a Airbus comprou o programa dos jatos CSeries da Bombardier, um dos maiores sucessos da trabalhador de aviões. Ainda neste ano, a Bombardier espera faturar tapume de U$ 17 bilhões, 7% a mais do que as metas que foram estabelecidas para o ano de 2017.

Veja também:

Curiosidades sobre Airbus

Curiosidades sobre a Embraer

Curiosidades sobre a Boeing

Base deste teor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *