Curiosidades sobre o assassínio de John Kennedy

O assassínio de John Kennedy é um daqueles momentos, que apesar de muitos anos terem se pretérito, ainda desperta a curiosidade no mundo todo.

O vestuário aconteceu em 22 de novembro de 1963

A história intrigante é um dos casos mais proeminentes da história da democracia mundial. O malfeitor, de concórdia com os livros foi Lee Harvey Oswald, que matou o presidente Kennedy, sendo Lee Harvey Oswald assassinado por Jack Ruby dois dias depois.

A morte violenta do presidente dos Estados Unidos

Especialistas e fãs do matéria discutiram uma série de teorias conspiratórias sobre o assassínio ocorrido em Dallas. Vamos desvendar algumas curiosidades que cercaram o assassínio de Kennedy:

Lee Harvey Oswald nunca foi recluso pelo assassínio de John F. Kennedy

Ele foi recluso por matar o policial JD Tippitt, murado de uma hora depois de trucidar o presidente. Depois de negar os dois homicídios, dois dias depois ele foi morto por Jack Ruby, um empresário de uma famosa boate de Dallas.

Lee Harvey Oswald
Lee Harvey Oswald

Em 1963, o assassínio do presidente dos Estados Unidos não foi considerado um transgressão federalista. O assassínio de Kennedy foi dilatado a outros assassinatos porquê o de Abraham Lincoln, William McKinley e James Garfield.

John Kennedy e sua esposa

Programação de televisão foi suspensa por quatro dias consecutivos

A primeira notícia do assassínio foi dada pela rede CBS, que somente dez minutos depois do assassínio, as redes NBC e ABC se juntaram imediatamente na cobertura, acrescentando a interrupção da programação usual para ocultar o evento nos dias seguintes.

Esse monitoramento acabou sendo a notícia ininterrupta que durou mais tempo na história da televisão mundial.

A primeira e única vez na história dos Estados Unidos que uma mulher juíza federalista recebeu o juramento de posse presidencial

Aconteceu algumas horas em seguida o homicídio, quando Lyndon Johnson, o vice-presidente teve que jurar lealdade ao país “Juramento Presidencial” a bordo do avião presidencial perante a juíza federalista Sarah Hughes.

Lyndon Johnson
Lyndon Johnson – Crédito da imagem: Mansão Branca

Oito meses antes de trucidar John F. Kennedy, Oswald tentou matar um ex-general do Tropa dos EUA, Edwin Walker, que era um oponente do governo Kennedy. Ele fez isso quando o soldado jubilado estava em lar, mas ele não o matou, ele somente o feriu.

Crédito da foto da envoltório: Wikimedia.

Leia também: Teoria diz que presidente John Kennedy foi morto por tentar revelar segredos dos UFOs

Base deste teor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *