Entenda as diferenças entre metanol e etanol

A diferença entre metanol e etanol existe e, por mais que as duas substâncias sejam popularmente conhecidas porquê álcool, suas fórmulas são diferentes e elas são usadas para finalidades distintas. Confira!

O que é o metanol?

Para saber a diferença entre metanol e etanol, é necessário saber o concepção de cada uma dessas substâncias. A fórmula do metanol é a seguinte: CH3OH. A substância também pode ser chamada de álcool metílico. Normalmente, é obtida através de destilado de cana-de-açúcar. Seu uso é muito generalidade em indústrias. O metanol é bastante tóxico.

O que é o etanol?

O etanol é o álcool produzido através do milho e da cana-de-açúcar. Sua fórmula é a seguinte: C2H5OH. É muito usado porquê combustível, encontrado nos postos de combustível do Brasil.

O etanol também é usado porquê substância de produtos de limpeza. A diferença do etanol que bebemos em latas de cerveja e garrafas vinho para o etanol usado no posto de gasolina e no frasco de desinfetante está na presença de agentes desnaturantes que não devem ser consumidos, porquê, por exemplo, o benzoato de denatônio e o metanol.

Qual álcool ingerimos nas bebidas alcoólicas originais?

Quando compramos bebidas alcoólicas de fábricas que seguem padrões de qualidade rigorosos e são inspecionadas pelas autoridades, ingerimos uma variedade de etanol obtido através de alguns tipos de levedação.

No caso da cachaça, a levedação é feita com cana-de-açúcar. Já a cerveja, é obtida depois a levedação com leveduras. O saquê, por exemplo, é feito com a levedação e destilação de arroz.

Qual tipo de álcool está presente nas bebidas falsificadas?

Muitas bebidas alcoólicas falsificadas, entre elas uísque e vodca, que são conhecidas pela concentração alcoólica elevada, levam metanol entre seus ingredientes, uma substância altamente tóxica e que pode levar à fanatismo permanente.

No processo do metabolismo, o metanol se torna mais tóxico por razão da ação da enzima catalase. Depois o seu processo de oxidação, duas novas substâncias são geradas:

  • Aldeído fórmico (HCOH);
  • Ácido fórmico (HCOOH).

A visão pode ser afetada severamente justamente por razão da catalase, presente na região dos olhos. A fanatismo é causada pelo aldeído, que não deixa a oxigenação conseguir a retina, porquê o esperado. Em casos mais graves, o metanol pode levar a pessoa ao coma e promover a morte.

O consumo de bebidas falsificadas é o principal motivo que leva as pessoas a consumirem metanol. O consumidor não consegue perceber, no copo, a diferença entre metanol e etanol, pois estes dois tipos de álcool possuem praticamente o mesmo cheiro e sabor, quando misturados com outras substâncias.

Por isso, o metanol é muito usado em licores falsificados, uísques importados falsificados, entre outras bebidas de luxo, que são comercializadas no mercado ilegal. As cachaças falsificadas também foram muito encontradas no mercado paralelo do Brasil.

A orientação é fazer o consumo consciente e responsável de bebida alcoólica exclusivamente se você for maior de 18 anos e nunca ingerir bebidas alcoólicas falsificadas!

O caso da Hannah Powell

O caso da Hannah Powell

Hannah Powell perdeu a visão e os rins depois de tomar uma bebida falsificada, misturada com metanol, que mesmo em pouca quantidade, pode promover fanatismo e a morte.

Aconteceu isso com ela em Zakynthos, na Grécia, em agosto de 2016.

Ela teve que passar 18 meses fazendo hemodiálise, até receber um órgão doado pela mãe.

Hannah conta que, no início, via tudo “completamente preto”. Depois de um tempo, passou a enxergar tudo “muito embaçado”. Ela ainda precisa de ajuda com coisas triviais, mas está se adaptando a sua novidade vida.

A jovem diz que álcool viciado possivelmente ainda é amplamente vendido em locais turísticos. Por isso você, que vai curtir o carnaval, fique cauteloso com o que bebe.

Base deste teor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *