Facebook pode ter sua própria criptomoeda

O Facebook pode estar trabalhando em um novo projeto ousado: oferecer aos usuários uma novidade criptomoeda, que poderá ser armazenada e trocada por verba real. A moeda do dedo do Facebook seria uma estratégia para a recuperação da gigante rede social, que vem perdendo receitas nos últimos tempos e procura novas fontes financeiras.

A criptomoeda do Facebook deve ser anunciada em breve, de concórdia com o relatório divulgado pela The Information. O ex-executivo da PayPal, David Marcus, foi contratado pelo Facebook no ano pretérito para trabalhar nas possíveis oportunidades de negócios com blockchain, o que levou à especulação de que a rede social poderia estar desenvolvendo sua própria criptomoeda para uso em sua plataforma.

Notícia quente no mundo da tecnologia!

Diversos veículos de notícia já estão noticiando o indumentária de o Facebook estar desenvolvendo sua própria moeda do dedo em sigilo. A expectativa é que a criptomoeda se chame GlobalCoin e que os consumidores possam armazenar, negociar e trocar a moeda através do WhatsApp e do Facebook Messenger.

Outra novidade é que o Facebook pode estar estudando também a possibilidade de lançar máquinas físicas, onde os usuários pudessem sacar o verba, uma vez que caixas eletrônicos para a compra e troca da criptomoeda. O objetivo da rede social seria variar seus fluxos de receita.

Dados importantes sobre o Facebook

Atualmente, o Facebook tem mais de 2 bilhões de usuários no mundo. Com uma moeda do dedo, a rede social poderia facilitar as transações comerciais realizadas em seu marketplace, além de permitir a troca de verba entre países por um preço mais inferior.

Algumas notícias divulgadas pela mídia internacional indicam que o Facebook até começou a solicitar que organizações terceirizadas atuem uma vez que parceiras na gestão da sua criptomoeda e na validação das transações.

A expectativa do mercado é que o Facebook anuncie sua criptomoeda ainda neste mês de junho. Esta será uma importante reviravolta para a rede social que, hoje, tem grande secção de suas receitas vinda somente da publicidade feita com os anúncios patrocinados.

O próprio CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, já destacou que os pagamentos online são uma extensão importante para o trabalho da empresa. Apesar disso, ele ainda não se manifestou oficialmente sobre a suposta geração de uma criptomoeda própria para a sua rede social. Ainda será preciso esperar até que os rumores sejam confirmados e a moeda do dedo seja apresentada ao mundo.

Veja também:

Cryptos: o sistema financeiro do porvir será fundamentado na criptografia

O que é Bitcoin, Altcoin e Criptomoedas?

Base deste teor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *