Japão abriu bar em meio de descarte e tratamento de lixo

Autoridades políticas regionais do Japão resolveram terebrar um bar em um meio talhado ao descarte e tratamento de lixo. A iniciativa pretende estimular os moradores locais a pensarem sobre o desperdício daquilo que eles consumem e produzem em termos de lixo.

O bar pop-up tem uma janela que dá visão para um envolvente de processamento de resíduos sólidos, onde é provável escoltar o funcionamento de uma garra mecânica enxurro de lixo e de um incinerador. O bar está localizado na cidade de Musashino, a oeste de Tóquio.

No estabelecimento, os clientes encontram mesas e podem passar momentos de relaxamento comendo petiscos e tomando coquetéis. As janelas de vidro dão diretamente para um poço profundo, onde toneladas de lixo são empilhadas para incineração. Entre os resíduos dispostos no lugar, estão plásticos, espumas, papel rasgado, sacolas e vários outros detritos.

O bar tem o intuito de apresentar ao público o impacto do desperdício e do consumo descontrolado. As autoridades locais esperam que, ao expor para as pessoas a visão do lixo aglomerado, os cidadãos aumentem sua consciência sobre a relevância da reciclagem, da coleta seletiva e da preservação ambiental.

O estabelecimento é somente temporário, mas a instalação, que fica no Musashino Clean Center, ficará ocasião aos visitantes durante todo o ano. Apesar de estar em um envolvente talhado ao lixo, a instalação foi projetada para ser encantador. No lugar, além de gozar de um bom happy hour, os visitantes podem presenciar os técnicos remotamente manuseando o lixo e monitorando a instalação.

Uma das janelas do bar funciona porquê tela sensível ao toque. Ao pressionar os ícones expostos, o cliente recebe informações porquê a temperatura do incinerador e a quantidade de lixo queimada naquele dia. O projeto custou murado de 10 bilhões de ienes, ou US$ 123,8 milhões.

O bar recebeu o nome de Gomi-Pit Bar e foi instalado provisoriamente em uma espaço de eliminação de resíduos sólidos. O lugar fica ao lado da Prefeitura de Musashino. A instalação de gerenciamento de resíduos não gera odores desagradáveis para os visitantes do bar.

O Japão descarta aproximadamente 43,17 milhões de toneladas de lixo por ano. Uma pesquisa do Ministério do Meio Envolvente nipónico mostrou que muitos governos locais estão lutando para mourejar principalmente com os resíduos de plástico no país.


Crédito da imagem: Straitstimes / AFP

Em Musashino, grande secção dos resíduos, com exceção das latas, garrafas de vidro e plásticos, é coletada com a cobrança de uma taxa da população. Ou por outra, moradores e empresas precisam comprar sacolas especiais para fazer o descarte do lixo.

Nos centros de gerenciamento de lixo do país, para cada tonelada de resíduo queimada, 100 quilos de cinzas são gerados. Os sobras são reaproveitados porquê matéria-prima para a produção de cimento e telhas. Em média, cada incinerador pode queimar até 120 toneladas de lixo por dia.

Manadeira / Imagem envoltório: Japan Times

Veja também:

Curiosidades Interessantes sobre o Japão

Base deste teor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *