O Misterioso Passageiro de Taured – Seria ele um viajante do horizonte?

Tudo começou no Aeroporto Internacional de Tóquio, Japão, num dia aparentemente normal de um verão particularmente quente de 1954, no Aeroporto Internacional de Haneda, tudo acontecia regularmente até que uma avião do continente europeu pousa no aeroporto. Nele, um passageiro incomum desembarca.

Todas as pessoas que saíram do avião, de indumentária, se aproximaram dos costumes para satisfazer todas as formalidades exigidas pelo governo nipónico, mas no meio desse grupo, destacava-se a figura de um varão caucasiano de meia-idade, particularmente superior e vestido com roupas formais de trabalho.

Assim esperou o varão na fileira alfandegária, e chega a sua vez de ser atendido, o varão explica que ele estava no Japão em uma viagem de negócios e que esta era sua terceira viagem. Quando o varão pegou seu passaporte, no entanto, o mistério começou …

Os inspetores de segurança, de indumentária, depois de ler o nome do país de origem do misterioso varão, começaram a trocar olhares intrigados. O passaporte, na verdade, imprimiu a escrita TAURED PASSPORT, impressa em letras douradas e os funcionários que, obviamente, nunca tinham ouvido falar de um país com um nome semelhante, começaram as verificações para prescrever se esse documento havia sido forjado.

Mas os dois inspetores notaram não unicamente outros selos alfandegários japoneses que atestaram as várias viagens feitas no Japão, mas também a presença de muitas notas autênticas, de vários países que confirmaram a verdade das informações fornecidas. O viajante misterioso também falava um nipónico modesto, sendo sua língua nativa, francesismo.

Para realizar outras verificações, o varão foi transferido para a sala de interrogatório, enquanto seu passaporte passou para as mãos de inspetores mais experientes. Pediu-se ao varão, que fornecesse outra documentação que certificasse sua identidade, o viajante colaborou sem produzir o menor problema, em todos os aspectos.

No entanto, apesar do varão ter fornecido todos os documentos possíveis e imagináveis ​​para provar sua identidade, o mistério se tornou mais denso e inesplicável. Carteira de identidade, carteira de motorista e qualquer outro documento, de indumentária, foram emitidos pela República de Taured, e o viajante declarou a sua surpresa ao perceber que esses problemas nunca haviam ocorrido durante as suas inúmeras viagens, inclusive ao Japão.

Os oficiais, no entanto, tentaram explicar ao varão que uma pátria chamada Taured, na verdade, nunca existiu, mas ao mesmo tempo o viajante respondeu o contrário, levantando a questão de porquê ele fez todas aquelas viagens e embarcar em aviões em totalidade tranquilidade.

Seria esse o rosto do passageiro de Taured
Berhodrick Jenansfer, O suposto rosto do passageiro de Taured

Depois de algumas horas de interrogatório, os resultados chegaram dos exames realizados no passaporte e estes confirmaram a autenticidade do documento em todos os seus detalhes, mas ao mesmo tempo, nenhum aeroporto onde passaria, o varão poderia confirmar que era realmente de uma pátria chamada Taured.

Portanto ele mostrou algumas fotos, moedas e moeda de uma carteira de epiderme, tudo parecia verdadeiro. As fotos eram do viajante com sua esposa e filhos. O moeda era legitimo, em papel e metal idêntico ao emitido ao volta do mundo. Com ela haviam cédulas estrangeiras, libras, liras, marcos e francos. O mais impressionante de tudo, que intrigou a todos, é que, haviam dois carimbos no passaporte que atestavam que ele estivera no Japão, mas as datas de ingressão e saídas eram absurdas, eram do horizonte. Uma vez que alguém que desembarca no Japão em 1954 poderia ter timbre de ingressão de 1986 e 1988? Na mala, continha papéis e documentos datilografados que identificavam uma companhia que possuía sede em Tóquio, Japão, mas lá, ninguém havia ouvido falar do sujeito ou de Taured.

Mala do Passageiro de Taured, aeroporto Japão,

O misterioso varão começou a permanecer irritado com os funcionários da alfândega, achando que tudo aquilo era uma piada de mal sabor… Foi portanto que os funcionários trouxeram um planta do mundo e mostraram o lugar onde o varão havia indigitado, e disseram que o pequeno país era Andorra, localizado na Europa, e questionaram de novo se era de lá que ele tinha vindo. O varão ficou furioso, afirmando que Andorra não existia, mas era exatamente onde Taured deveria estar. Falou que seu país existiu por milénio anos. Em estado de choque sem entender o que estava acontecendo, porque ninguém conhecia sua terreno natal, o varão misterioso foi estagnado pela alfândega, todos os documentos e pertences foram confiscados e ficaram na sala de segurança do aeroporto, e o varão ficou recluso durante a noite em um quarto de hotel, próximo ao aeroporto, sob a vigilância da polícia.

Mapa de Andorra

O que estava estranho, ficou mais bizarro ainda, o único morador que se tem notícia de Taured sumiu de seu quarto de hotel, mesmo sob vigilância. E para deixar ainda mais estranha a história, todos os seus pertences haviam sumido também da sala de segurança do aeroporto, era porquê se nenhuma coisa daquilo houvesse sucedido.

Nenhuma prova não apareceu para atestar a verdade do facto, mas a história foi relatada em diversos livros, tais porquê: “The Directory of Possibilities (Edição: 1981, Página: 86)” e “Strange But True: Mysterious and Bizarre People” (Edição: 1999, Página: 64), e porquê um caso tão bizarro, misterioso e inconclusivo, é indumentária que nenhum funcionário, tenha tido a coragem de gerar relatórios e evidências para tal ocorrido.

Portanto, o principal mistério ainda não foi resolvido: Que país é Taured? Para onde foi exatamente o misterioso passageiro? Ele teria vindo de uma outra dimensão ou do horizonte? E você, o que acha desse mistério?

Veja também:

Viajante do tempo conta porquê será a vida na Terreno no ano 2749

Vida posteriormente a morte: varão morre temporariamente e viaja no tempo

Físicos criam protótipo matemático para a máquina do tempo

Suposto viajante do tempo revela o horizonte da humanidade em 6491

Em vídeo, jovem afirma ser um viajante do tempo

As inúmeras dimensões

Base deste teor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *