O que é Emetofobia?

Você já ouviu falar sobre emetofobia? Essa exigência é caracterizada pelo pânico excessivo de vomitar, ou seja, uma pessoa sofre dessa fobia quando sente um pavor irracional da ânsia de vômito.

Apesar de ser uma fobia estranha, ela é bastante generalidade. O pânico de vomitar já foi estudado em pesquisas, e uma delas, realizada nos Estados Unidos, mostrou que aproximadamente 6% das pessoas têm pânico de vomitar, apresentando ou não a exigência extrema da emetofobia.

Quem sofre dessa fobia pode ter pretérito por qualquer evento traumático relacionado ao vômito, principalmente durante a puerícia. Os principais sintomas dessa doença são: batimentos cardíacos acelerados, suor indiferente, sensação de pânico, tremores, entre outros.

As pessoas que têm emetofobia também sofrem com a dificuldade para conviver socialmente e para modificar hábitos alimentares. São pessoas que não gostam de provar comidas diferentes ou ir a restaurantes simplesmente por que sentem um pânico irracional de vomitar. Também é generalidade que essas pessoas comam de maneira seletiva, façam poucas refeições durante o dia e procurem consumir o mínimo verosímil.

O transtorno tem origem psicológica e pode ser tratado de forma multidisciplinar, mormente com terapia cognitiva. Existem, inclusive, grupos de ajuda online para pessoas que sofrem desse problema.

O pânico irracional de vomitar é mais frequente nas mulheres. Esse excesso de sensibilidade ao vômito é um transtorno bastante repugnante. No tratamento, é importante investigar as causas que levaram ao desenvolvimento do transtorno psicológico.

As pessoas que sofrem com o pânico de vomitar são chamadas de emetofóbicas. Essa exigência também é bastante frequente em mulheres grávidas, que ficam com pânico de enjoar durante o primícias da prenhez.

Vale ressaltar ainda que essa fobia não está relacionada unicamente ao ato de vomitar, isso por que as pessoas que têm o problema também sofrem da fobia quando estão perto de indivíduos que estejam passando mal e que corram o risco de vomitar.

A emetofobia atrapalha a rotina das pessoas, que evitam ambientes profissionais, transporte público, áreas públicas, aviões, navios, parques de diversão e eventos sociais. Trata-se de um transtorno de impaciência, fundamentado em um receio de origem irracional. O pânico é persistente e frequentemente relatado por crianças e adolescentes.

É uma fobia bastante específica, manifestada em forma de aversão e pânico de vomitar. Se você tem ou conhece alguém que viva com esse tipo de transtorno, o mais recomendado é buscar ajuda profissional para desenredar as causas de fundo emocional que levaram à fobia.

Base deste teor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *