Pesquisa feita com galinhas fornece informações sobre seus ancestrais dinossauros

Diversas pesquisas realizadas ao longo dos anos usaram informações biológicas das aves para obter dados relevantes sobre seus ancestrais dinossauros. As espécies de aves, com destaque para as galinhas, ainda compartilham muitos traços dos dinossauros, tornando-os o melhor grupo vivo para reconstruir certos aspectos da biologia dos terópodes não aviários.

Agora uma pesquisa recente, avaliou a locomoção bípede e as características dos membros de locomoção posteriores herdados pelas galinhas dos dinossauros. Os pesquisadores da Universidade do Chile e da Universidade de Illinois analisaram o roupa de que as galinhas mantêm uma postura de membro ulterior agachada e que sua locomoção é impulsionada pela flexão do joelho. Já a exigência primitiva dos terópodes não aviários era dissemelhante, pois a espécie mantinha uma postura mais ereta e tinha os movimentos dos membros impulsionados pela retração do fêmur. [ Veja o estudo ]

Essas diferenças funcionais foram associadas a um deslocamento gradual do meio de volume dos terópodes para as aves modernas. Ainda assim, com o estudo dos movimentos e das formas de locomoção das galinhas, é provável recriar a postura do membro e a cinemática dos movimentos dos extintos dinossauros bípedes.

Para chegar aos resultados do estudo, os pesquisadores usaram galinhas criadas com caudas artificiais e, consequentemente, com o meio de volume mais localizado na secção ulterior, com uma orientação mais vertical do fêmur durante o deslocamento.

Os resultados da pesquisa sustentam a hipótese de que mudanças graduais na localização do meio de volume resultaram em posturas mais posteriores e em uma mudança dos movimentos dos membros impulsionados pelo quadril para os joelhos ao longo da evolução dos terópodes.

Graças a essa pesquisa, os cientistas agora sabem que as aves existentes podem potencialmente ser usadas para obter informações importantes sobre aspectos ainda não explorados da locomoção dos dinossauros. Isso porque as aves herdaram diversas características locomotoras de seus ancestrais, inclusive a exigência do bipedismo, a postura e o tipo de movimento dos membros posteriores.

Nascente estudo foi levado pelos pesquisadores Bruno Grossi, José Iriarte-Díaz, Omar Larach, Mauricio Canals e Rodrigo Vásquez, e foi publicado no Plos One, uma comunidade internacional de pesquisadores, que publica estudos seguindo rigorosos padrões de qualidade e que possui mais de 6 milénio editores acadêmicos.

Base deste teor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *