Por que a Lua não cai?

Uma pergunta simples, feita por uma curiosa párvulo, atiça o imaginário e não são todos os adultos que sabem respondê-la. Para que ninguém mais fique passando vergonha caso esse questionamento seja levantado novamente, levante texto trará as explicações necessárias para que todos possam entender e explicar, para uma párvulo, ou qualquer pessoa que venha perguntar, o motivo pelo qual a Lua não cai.

Primeiramente, é preciso entender que a Lua está numa ordenado queda, mas porquê possui uma intervalo variavel de 357.300 km a 407.100 km da Terreno e sua velocidade é de 3.700 km/h, esses fatos fazem com que a Lua não se choque com a Terreno. Mas porquê assim?

A Lua está junto do planeta Terreno por pretexto da força gravitacional que atrai corpos que tenham volume. A sisudez na Terreno faz com que todos sejam “levados” para o núcleo dela, numa velocidade de 9,8 m/s, que vai aumentando a cada segundo.

Isso quer proferir que a Lua é atraída pela sisudez, mas não se choca com o planeta Terreno porque está se movimentando de forma muito rápida ao volta da Terreno. Para entender melhor, basta imaginar a Lua com duas velocidades, uma nivelado e a outra para o núcleo dela. Com isso, o resultado é que a força da sisudez unicamente muda a direção da velocidade da Lua, deixando-a “inclinada” para insignificante sempre.

É verosímil dar uma volta na Terreno porque ela é redonda. Por isso, enquanto você anda muro de 1 km em risco reta, a Terreno “se curva” pra insignificante muro de 13 cm, numa sutileza quase imperceptível.

Esse concepção é aplicado graças à Lei de Newton.

O que é a Lei de Newton?

A Lei da Gravitação Universal foi uma das grandes desconvertas de Isaac Newton. Essa força nos mostra que corpos que tenham volume possuem a capacidade de se atrair por uma força mútua, chamada de sisudez. A epílogo é que a Lua atrai a Terreno e a Terreno atrai a Lua com uma força, mas que impossibilita o satélite procedente tombar sobre a Terreno.

Tragetória da lua

Newton teve a teoria de colocar objetos em trajectória em volta da Terreno. Quando lançado horizontalmente de uma determinada fundura, ele faz um movimento curvilíneo até tombar no pavimento. Esse movimento é uma curva porque acompanha a inflexão da Terreno. O objeto sendo lançado de uma determinada fundura e na velocidade correta, é verosímil fazer com que ele volte ao ponto onde foi lançado, acompanhando toda a inflexão do planeta terrestre. Com isso, o objeto mantem uma velocidade tangencial à trajetória e executa o movimento de queda infinita ao volta do planeta.

Portanto, por que a Lua não cai na Terreno?

A Lua não cai na Terreno porque a sua velocidade é tangencial à sua trajetória ao volta da Terreno, fazendo com que ela fique num movimento de queda eterno, impossibilitando o seu contato com a Terreno. A sua velocidade é rápida o suficiente para que ela permaneça em trajectória, unicamente acompanhando a inflexão da Terreno.

Em resumo podemos declarar:

É a velocidade que mantém a Lua em sua trajectória, impedindo-a de tombar sobre a Terreno.

A Terreno atrai a Lua, mas esta desenvolve velocidade suficiente para manter-se em trajectória.

  • – Trajetória da sisudez que puxa a Lua para a Terreno
  • – Trajetória da sisudez que puxa a Terreno para a Lua
  • – Força Real da sisudez que puxa a Lua para a Terreno
  • – Força Real da sisudez que puxa a Terreno para a Lua
  • – Força de sisudez entre a Terreno e a Lua de negócio com Newton e a física atual.

Base deste teor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *