Qual o peixe mais dispendioso do mundo?

Você sabe quais são os peixes mais caros do mundo? Algumas espécies raras e em extinção têm apanhado valores exorbitantes no mercado do pescado. Essas iguarias são destinadas a poucos paladares privilegiados.

Uma das espécies mais valorizadas foi fisgada recentemente na província de Fujian, na China. Um pescador fisgou um enorme peixe da espécie Bahaba. Com 1,80 m de comprimento e mais de 100 kg, o peixe foi vendido por um preço plebeu, talvez pela inexperiência de negociação do próprio pescador: murado de R$ 950.

Em 2010, o jornal britânico The Sun publicou que um Bahaba pescado no sul da China havia sido vendido por, coisa alguma mais, coisa alguma menos do que R$ 1 milhão. Na verdade, o valor médio de mercado do Bahaba está estimado em R$ 5.185. Mas leste está longe de ser o peixe mais dispendioso do mundo!

Conheça o Atum Azul

Atum azul, atum bluefin

Atualmente, o atum azul é considerado um dos peixes de maior valor na gastronomia mundial. Publicado uma vez que atum bluefin, leste peixe está na lista das espécies supervalorizadas, alcançando a primeira posição entre os peixes mais caros do mundo. É uma espécie ameaçada de extinção e tem uma mesocarpo superior.

O atum azul pode chegar a 5 metros de comprimento e a respeito de 680 kg. É um peixe difícil de ser pescado, pois coisa alguma muito rapidamente, alcançando uma velocidade de até 55km/h.

Segundo os especialistas em culinária, esse atum tem uma mesocarpo rosada, macia e levemente adocicada. O preço mercantil desse peixe é extremamente cumeeira, chegando a mais de R$ 400,00/Kg.

Por que é dispendioso?

Leste atum só é encontrado em águas muito profundas e frias. Ele é dispendioso porque é difícil de ser pescado, porque está em extinção e porque seu sabor é muito valorizado, principalmente pelos apreciadores de comida japonesa.

Diversos restaurantes japoneses renomados fazem questão de preparar seus pratos nobres com esse peixe. Por culpa disso, nos últimos 40 anos, a população dessa espécie caiu murado de 80%

Quase toda a suplente de atum bluefin pescada no mundo é destinada aos mercados do Japão e dos Estados Unidos. É um peixe difícil de ser encontrado em restaurantes brasileiros, por exemplo.

Dessa forma, o atum azul é o peixe mais dispendioso do mundo. O valor mais cumeeira de venda para esta espécie foi registrado em um leilão em Tóquio, onde um bluefin de 342kg foi vendido por R$ 665 milénio.

Mapa do atum

Há pouco tempo, uma embarcação brasileira teve a sorte de pescar um atum azul de aproximadamente 470kg e 3 metros de comprimento. O peixe foi fisgado próximo à costa da África. A iguaria foi extremamente disputada pelos melhores restaurantes de São Paulo.

Base deste teor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *