Quantas mulheres em média engravidam na data do carnaval?

Existe uma crença de que as mulheres brasileiras fiquem grávidas em taxas mais elevadas durante o carnaval. Na verdade, essa informação não está correta.

Segundo um estudo, o número de mulheres grávidas no Brasil está ficando sólido a cada ano. De concordância com o IBGE, as mulheres estão deixando para engravidar depois dos 30 anos.

As festas de Carnaval não influenciam no número de nascimentos de bebês no Brasil. A ocorrência de gravidez se mantém praticamente inalterada depois do carnaval. Segundo um estudo da Universidade Federalista Fluminense, a teoria da promiscuidade no período do Carnaval é um mito.

De concordância com a pesquisa, não há mais abortos, partos ou DST na população depois do carnaval. O pico de partos no país é registrado em maio, o que significa que as mulheres engravidam mais no mês de agosto do ano anterior e não em fevereiro.

Em contrapartida, há sim um aumento de 30% na venda de preservativos durante os dias de sarau, e um aumento de 15% na venda de testes de gravidez depois do carnaval, o que não significa que as mulheres fiquem realmente grávidas nesse período.

Voltando ao estudo da Universidade Federalista Fluminense, o número de abortos no Brasil é maior em novembro. De concordância com o coordenador do estudo, Mauro Romero, se no carnaval as pessoas transassem mais, os filhos nasceriam entre outubro e novembro, e não em maio, porquê foi constatado na pesquisa.

Base deste teor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *