Super-ricos estão injetando sangue de adolescentes para conseguir longevidade

Mais de 100 pessoas participaram de um experiência galeno em São Francisco, nos Estados Unidos. Neste experiência, jovens estavam oferecendo transfusões de sangue para pacientes mais velhos. Cada procedimento custava muro de US$ 8.000, aproximadamente R$ 24 milénio.

O objetivo era injetar nos pacientes mais velhos o equivalente a dois litros e meio de plasma, o elemento líquido do sangue que permanece em seguida a remoção de outras células. O procedimento está sendo oferecido porquê uma tentativa experimental de rejuvenescer os idosos. A idade média dos pacientes interessados é de 60 anos.

Jesse Karmazin, de 32 anos, observador treinado por Stanford e fundador da clínica norte-americana, disse ao jornal “The Sunday Times” que os resultados iniciais de seus pacientes tinham sido encorajadores. Segundo ele, essa terapia poderia ajudar a melhorar a semblante e até mesmo doenças crônicas, porquê o diabetes, além de também ser eficiente para aprimorar a função cardíaca e a memória.


O novo tratamento está fundamentado em vários estudos realizados nos últimos 17 anos, em que os pesquisadores de Stanford mostraram que a união de sistemas circulatórios de ratos idosos e jovens poderia ser eficiente para rejuvenescer órgãos, músculos e células-tronco. Aliás, um outro estudo descobriu que o plasma de jovens tem sim um efeito rejuvenescedor quando injetado em mais velhos.

No entanto, apesar dos resultados dos estudos baseados em camundongos, os pesquisadores atacaram a validade científica do experimento de Karmazin e levantaram uma série de preocupações éticas. Os cientistas afirmam que não há evidência clínica do mercê dessa técnica.

Os críticos também apontaram os perigos de expor as pessoas aos riscos potenciais de transfusões de sangue, que incluem urticária, lesão pulmonar e infecções fatais. Outros argumentaram que o tratamento equivale a uma fraude.

“As pessoas querem acreditar que o sangue jovem restaura a juventude, mesmo que não tenhamos evidências de que isso funcione em seres humanos “, disse Wyss-Coray à MIT Technology Review.

Sangue, Mulher ficando jovem

Outra sátira de pesquisadores é em relação à compra do sangue dos mais jovens, sendo que estes poderiam estar doando sangue para pacientes com reais necessidades médicas.

Leia também:
Novo estudo afirma que a ciência poderá retardar o envelhecimento ou sarar o cancro – Fazer as duas coisas é matematicamente impossível!

Investigador toma 100 medicamentos por dia para viver até os 150 anos de idade

Karmazin, o observador responsável pelo desenvolvimento da técnica, respondeu às críticas ao manifestar que seu estudo passou por uma completa revisão moral. Em resposta sobre o dispêndio e metodologia do tratamento, ele acrescenta que seria injusto dar o placebo aos participantes sem remunerar os jovens que aceitaram passar pelas transfusões. Ele ainda acrescentou que seus pacientes já estão colhendo os benefícios da técnica e que seu tratamento é porquê uma cirurgia plástica de dentro para fora.

Nascente: Nature, Newsweek.

Base deste teor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *