Você tem um drone? Você sabia que no Brasil é obrigatório cadastrar ele na ANAC?

Quem sonhou um dia ser um aviador, um piloto, e infelizmente não conseguiu realizar esse sonho, pois a vida o levou para outros caminhos, muito provavelmente deve ter em vivenda um drone, aquele “brinquedinho” em que é verosímil fazer o objeto voar, por uma intervalo considerável.

Pois portanto, você sabia que, para esse brinquedo, não é somente tê-lo que poderá estará tudo perceptível? É preciso ter um cadastro na Dependência Pátrio de Aviação Social (ANAC) para que possa utilizar o equipamento de forma correta e sem preocupações.

Isso porque é de extrema valor cadastrar o drone porque, ao realizar esse procedimento, seu equipamento ficará liberado para utilização, você terá conhecimento das normas e precauções que deverá ter e saberá uma vez que utilizá-lo de forma correta, sendo boa e segura para você, mas também para todas as pessoas que estiverem ao volta.

É bom você ter uma distração, utilizá-lo de forma correta, segura, sem trazer prejuízos a ninguém, não é mesmo? Portanto, por isso se faz necessário o cadastramento dos seus dados e também do drone que você utilizará, a termo de que obtenha a autorização para utilizá-lo.

Levante texto tem o intuito de instruí-lo quanto ao cadastro do seu drone junto à ANAC. Fique por cá e obtenha todas as informações para que o seu equipamento esteja cadastrado e autorizado para ser utilizado.

Seja responsável e brinque/trabalhe de forma segura.

Por que cadastrar um drone?

O cadastro de um drone se faz necessário porque, com isso, haverá todas as informações legais, tanto do equipamento, quanto da pessoa que fará a utilização dele. Outrossim, a pessoa, ao cadastrar o drone, receberá um manual com todas as informações sobre os procedimentos para utilização de um drone.

É uma vez que você ter o seu veículo e, para que ele possa ser utilizado de forma correta, você tem que ter a autorização para dirigi-lo, além da licença para que ele trafegue naturalmente. Com o drone é a mesma coisa.

Porquê faço o cadastro do drone?

O cadastro do drone é feito no Sistema de Aeronaves não Tripuladas (SISANT). Ele é obrigatório a todas as aeronaves não tripuladas de uso recreativo (aeromodelo) ou não recreativo (RPA), com peso supremo de decolagem superior a 250g e restringido a 25kg e que não voará além da risca de visada visual (BVLOS) ou supra de 400 pés (120 metros) supra do nível do solo.

Cada avião de ter 1 (um) cadastro, sendo nascente vinculado a uma pessoa ou a uma empresa no Brasil, que será responsável permitido pela avião.

O que é necessário para cadastrar o drone?

Para cadastrar o drone, será preciso informar os seguintes dados:

  • • RG, CPF e e-mail, se for pessoa física;
  • • CNPJ, se for pessoa jurídica;
  • • Nome, padrão, operário, número de série e foto que identifique o drone;
  • • Combinação de nove dígitos, que será o número de identificação do drone, o número de série do equipamento ou qualquer outro sinal que possa identificar a avião;
  • • Uma foto da avião com alguma propriedade ou marca produzida pelo próprio possuinte, o número de série do equipamento ou qualquer outro sinal que possa diferenciar o drone.

Onde cadastro o drone?

Para cadastrar o seu drone, você precisará ir até o site do SISANT (Se o site der erro de SSL, clique em “Avançado” e “adicione Excessão de Seguraça”). Será preciso gerar um login e senha para cadastrar o seu drone.

Se preferir, clique cá e faça o seu cadastro.

Para mais informações, confira o site solene:
http://www.anac.gov.br/assuntos/paginas-tematicas/drones/cadastro-de-drones

Base deste teor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *