Vale a pena se aventurar com Temas, Plugins e Scripts piratas (Nulled)?

É difícil citarmos um quina da internet onde a pirataria não exista e também é vasqueiro um usuário que nunca tenha feito download de um torrent, usando crack naquele jogo custoso ou pego as músicas das suas bandas favoritas.

A geração de serviços uma vez que Netflix e Spotify trazendo aproximação a bibliotecas enormes de teor stream por um valor alcançável trouxeram avanços significativos, mas não estamos e dificilmente chegaremos a extinção totalidade da pirataria.

Não é novidades que os mercados de códigos – portais, agencias ou desenvolvedores que comercializam seus scritps – já sofrem com a divulgação imprópria dos seus produtos a muito tempo, mesmo com as técnicas de criptografia ou acessos por licenças que são implementadas.

Arquivos Nulled são produtos digitais pagos que, caso haja barreiras por licença ou qualquer validação, recebem alterações para poderem ser usados normalmente. Os plugins e temas premium WordPress são vastamente publicados em diversos, inclusive catalogados por categoria.

EXISTE VANTAGEM?

Eu admito que já procurei e instalei arquivos nulled, quase todos relacionados ao WordPress, mas sempre em um envolvente de teste que não tivesse aproximação lhano.

O motivo e a única vantagem é ter aproximação para julgar o código desses produtos e não rematar comprando um tanto que não irá me atender já que a maioria dos meus clientes procura serviços customizados ou integrações.

Dificilmente os desenvolvedores fornecem o aproximação de código e fica difícil ter uma avaliação profissional somente pela prova – live demo ­-, até porque não dá para saber se a versão que eles apresentam será a mesma que você receberá.

PRIMEIRO PROBLEMA

O primeiro duelo é descobrir um portal “confiável” para pegar os arquivos nulled sem que venha com qualquer malware, vírus, alterações graves no código, scripts que enviam dados para quem divulgou (seu ip, senhas e etc). Enfim, coisa alguma que vá prejudicar o seu computador ou – se for corajoso – o servidor que está o seu WordPress.

Um exemplo desses portais que colocam alguns códigos maliciosos ou alteram arquivos para incluir o nome do portal é o WP Locker.

Antes mesmo de pensar em minguar os arquivos de um tema, você já se depara com uma lista de links para download que a cada click abrem mais duzentas páginas de ad’s.

Até o link da prova te leva para uma página de pregão.

Sem recontar as páginas com teor caliente e com links mais do que duvidosos.

Por término, com o download feito, você encontra arquivos do portal dentro da compactação. Um alerta muito evidente de que o código com certeza foi desarranjado.

Isso que o WP Locker é um dos menos piores e com menos riscos, pois com sorte você consegue descobrir um tanto que não vá bagunçar o seu navegador ou a sua máquina sem nem chegar a instalar.

SEGURANÇA TEM UM PREÇO

Até mesmo no mundo dos piratas a segurança e aproximação a teor confiável tem um preço. O único portal de scripts nulled ­– apesar de publicar outros conteúdos pagos de diversas áreas – com o qual não tive problemas e pude testar tranquilamente os códigos antes de compra-los se labareda GFXTRA – https://www.gfxtraz.com/.

Só que todos os arquivos são hospedados em um serviço de armazenamento – FILENEXT – e configurados para que somente usuários premium desse serviço possam efetuar o download, ou seja você precisará remunerar a assinatura que custa $18 por mês.

Eu até entendo, e você entenderá se chegar a acessar o GFXTRA, que é tentador ter todo essa material por 18 dólares quando um tema pode variar entre $49 e $69.

UM TIRO NO PÉ

Iniciantes ou veteranos, programadores, ou seja, qual o seu perfil saiba que no final das contas é um grande tiro no seu negócio utilizar comercialmente esses arquivos nulled.

Posso listar inúmeras situações que te farão se arrepender muito de forrar no projeto do seu cliente ou no seu.

Lembre-se que comprando com o desenvolvedor você tem atualizações constantes, melhorias e novas funcionalidades – seja temas ou plugins – que com certeza seria um enorme trabalho para ser feito sozinho ou rematar nunca mais encontrando um nulled atualizado, deixando o seu projeto quebrar e gastando em duplo.

A pior situação é o seu cliente ou alguém do ramo desvendar a falcatrua e manchar a sua imagem, possivelmente perdendo bons negócios. Sites uma vez que WHAT THEME IS THAT, por exemplo, mostra o que você utiliza em determinada instalação WordPress e um scritp nulled aparecerá facilmente.

Calcule corretamente os valores que você cobrará ou o investimento que tem para o projeto já contanto com o dispêndio de códigos comprados, no final das contas você o que importa é sempre ter menos dor de cabeça ao invés de querer só lucrar.

Já teve qualquer problema com sites nulled? Conta nos comentários e aproveita para indicar a URL, assim outras pessoas podem evitar o aproximação.

Blogs que produzem artigos de tendência no universal estão no topo dos assuntos mais pesquisados no Google desde 2014 – onde ficou em primeiro lugar no ranking de pesquisas. No ano pretérito (2016) perdeu somente para os blogs de música. Isso significa que se…

Com o WordPress você consegue publicar e propalar o seu teor por toda a internet com muita facilidade, vendo visitantes do mundo inteiro acessarem seu portal pela informação que você está espalhando. Porquê todo blogueiro sabe, uma das maiores…

Poucos sabem, mas dentro do WordPress existe uma instrumento peculiar chamada Multisite que permite a geração de uma rede de sites somente com uma instalação. Essa rede pode ser criada usando os sites uma vez que subdomínios – exemplo.site.com.br –, uma vez que…

Base deste conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *