A Cidade do México esta afundando, os cientistas sabem e não podem fazer nenhuma coisa

O mundo pode estar diante da transformação de uma das maiores capitais globais. A cidade do México, capital do país e uma das principais cidades do mundo, esta afundando e todo mundo sabe. Não é excesso, os cientistas sabem que a cidade se afunda há murado de 100 anos. Ao longo desse tempo, muitas tentativas de sofrear a situação foram tentadas, mas agora um novo relatório aponta que não há nenhuma coisa que se possa fazer para efetivamente virar a situação.

O motivo pelo qual a cidade esta afundando é o tipo de solo onde ela foi fundada. Aconteceu que existem grandes reservatórios de água sob a cidade e esta água esta se movendo, o que gera essa situação. O movimento agora é alarmante, afirmam os cientistas. De convénio com um novo estudo, a capital afunda murado de 50 centímetros por ano! Parece pouco, mas é uma movimentação que pode gerar danos estruturais em prédios além de mudar completamente a dinâmica ambiental.

O QUE A HISTÓRIA REVELA

A Cidade do México foi construída sobre a cidade asteca de Tenochtitlan e o Lago Texcoco, um sistema de lagos de água salgada e guloseima. Os astecas tinham diques para separar a água guloseima e impedir enchentes, mas eles foram destruídos durante a invasão colonial espanhola e o cerco da cidade nos anos 1500. Nesse sentido, a colonização espanhola foi completamente devastadora; os espanhóis drenaram o lago, restando unicamente uma pequena seção.

Nos anos 1900, a cidade estava afundando a uma taxa de 9 centímetros por ano. Desde o final dos anos 1950, quando esse número já chegava a 29 centímetros por ano, as autoridades começaram a adotar medidas para combater a inundação. Por exemplo, a quantidade de água que poderia ser perfurada do solo na área foi limitada. Embora essa decisão tenha ajudado a desacelerar o soçobro por um tempo, não parou ou reverteu o processo. Por um tempo, ele voltou a 9 centímetros, mas nas últimas duas décadas aumentou para uma taxa de soçobro de 50 centímetros em algumas partes da cidade. Agora, a equipe acredita que a quantidade de água retirada não afeta mais o nível de subsidência.

QUAL A GRANDE PREOCUPAÇÃO?

As descobertas geram, principalmente, a preocupação de que a cidade fique completamente submersa em qualquer ponto. Essa situação ainda precisa ser estudada, mas até o momento não existem grandes evidências de que a cidade poderia sucumbir de forma tão dramática. A apreensão, no entanto, acaba persistindo mormente fora do país.

O aprovisionamento de água na Cidade do México é principalmente oriunda da exploração das bacias subterrâneas. O novo estudo sugere que o volume de água extraído agora já não interfere mais no quanto a cidade afunda por ano. Esse processo, acreditam os cientistas, já atingiu um ponto irreversível.  Em 150 anos, os pesquisadores acreditam que a cidade já tera afundado murado de 30 metros.

Ainda é cedo para instaurar que tipo de danos essa situação pode gerar, mas os cientistas seguem monitorando. A Cidade do México é a maior metrópole da América do Setentrião e uma das maiores de todo o mundo, comportando murado de 21 milhões de pessoas.

O post A Cidade do México esta afundando, os cientistas sabem e não podem fazer nenhuma coisa apareceu primeiro em Site de Curiosidades.

Base deste teor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *