Covid-19: Número de casos da versão Mula aumenta no Brasil e gera consumição

O Brasil começa a testar uma sensação de segurança em relação a pandemia conforme a vacinação avança. Há dias, o Brasil registra um número subalterno a 1000 mortes pela covid, a maioria dos estados apresenta queda do número de contágios e o número de vacinados sobe. É um cenário muito entusiasmante mesmo!

Ainda assim, mesmo com a impaciência a a expectativa de dias sem covid-19, é preciso cautela. Essa mesma cautela já vem sendo pregada por especialistas. No entanto, nem sempre é fácil se manter com os pés no chão. No entanto, algumas notícias acabam nos ajudando a lembrar que a pandemia não acabou.

O governo de Minas Gerais acaba de confirmar, pelo menos, cinco casos de contágio pela versão Mula. O Brasil já sofre com a versão Gama, que surgiu em Manaus, e também com a versão Delta, que surgiu na Índia. Agora, os casos confirmados da versão Mula causam apreensão e colocam muitos tópicos em discussão.

Os casos foram confirmados por meio do pintura da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MG). A versão foi observada pela primeira vez na Colômbia e, de la para ca, começou a gerar preocupação e atenção das autoridades. A versão foi identificada por pesquisadores do Meio de Tecnologias de Vacinas (CT-Vacinas), que pertence à Universidade Federalista de Minas Gerais. Ainda não se sabe, no entanto, se os cinco casos foram importados. Se não foram, a outra selecção é de que já existe a circulação do vírus em território mineiro.

A versão foi observada no Brasil pela primeira vez durante a Despensa América. Integrantes da delegação colombiana testaram positivo e, posteriormente, foi confirmado que a infecção havia sido pela versão. A partir dali, outros 10 casos já haviam sido confirmados no Brasil. Agora, mais cinco casos se somam a essa conta.

“Variante de interesse”

Quando surgiu, a versão “Mu” foi listada porquê uma “variante de interesse” pela Organização Mundial da Saúde. Por que isso? A OMS, assim porquê outras instituições da área, pouco ou coisa alguma sabem sobre a versão. No entanto, testes já apontaram que a versão Mula apresenta alterações genéticas que apontam para um potencial de resistência as vacinas e/ou um maior poder de contágio.

Por isso, a OMS já confirmou que monitora a situação brasileira. Para o país, a informação é preocupante já que o Brasil já foi epicentro da pandemia. De forma mais ampla, o país ainda tenta se estabilizar e vem obtendo bons números com o avanço da vacinação.

A versão Mula já foi responsável por mais de 4,6 milénio casos em murado de 40 países. Os números de mortes e casos graves não foram esclarecidos, mas o avanço da versão é um ponto de grande apreensão. A versão foi responsável por um surto na Colômbia que atraiu a atenção internacional.

Com todas essas informações, a recomendação dos especialistas continua sendo a mesma: mesmo com as duas doses da vacina, mantenha o distanciamento social e o uso de máscara de segurança. A pandemia ainda não acabou, embora os dados positivos sejam prova de que as medidas de segurança sanitária são eficazes.

O post Covid-19: Número de casos da versão Mula aumenta no Brasil e gera apreensão apareceu primeiro em Site de Curiosidades.

Base deste teor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *