Garrafa com epístola é encontrada e cientistas suspeitam que seja de passageiro do Titanic

Em 1912, um navio de grande porte se tornaria uma das maiores histórias de todo o mundo. O RMS Titanic foi uma embarcação britânica, lançado em 1911 com grande status. O navio foi um dos primeiros transatlânticos do mundo e projetado para ser resistente, luxuoso e seguro. Ninguém poderia prever, no entanto, um iceberg no meio de sua primeira viagem.

Em 1912, o navio partiu do Reino Unificado, passando por França e Irlanda, com fado a Novidade Iorque. De tratado com documentos oficiais, haviam mais de 2.200 pessoas de múltiplas nacionalidades a bordo do navio naquela ocasião. A expectativa era grande e as pessoas e o lançamento do navio foi um grande evento.

Fora os períodos de guerra, onde grandes tragédias foram registradas, o Titanic foi a maior tragédia de sua época. Com o naufrágio, os engenheiros do projeto acabaram sendo escopo de investigações e as autoridades apontaram falhas no projeto, inclusive o sistema de evacuação.  Exclusivamente 710 pessoas foram regatadas com vida, outras 1514 foram mortas.

O navio é até hoje um dos mais famosos na história do mundo e muitos segredos e mistérios ainda o cercam.  Depois de anos de buscas pelos destroços do navio, foi unicamente em 1985 que o Titanic foi localizado, sobre 3843 metros de profundidade e a 650 quilômetros ao sudeste de Terreno Novidade, no Canadá.

GARRAFA COM BILHETE

Mais de um século se passou e cientistas estão analisando uma epístola que supostamente foi escrita por uma jovem que viajava no navio. A epístola foi encontrada dentro de uma garrafa no litoral da província canadense de New Brunswick.

A invenção foi feita em 2017, mas só agora um grupo especializado de cientistas teve aproximação ao documento. A teoria é realizar testes para instituir se a epístola realmente foi escrita há mais de um século. Se os testes mostrarem que sim, então é muito provável que a epístola seja legitimamente sobre um passageiro do Titanic.

Na verdade, passageira. A epístola tem uma assinatura e uma data, mas não é possível prometer sua verdade antes dos testes. Isso porque muitos dos nomes dos ocupantes do navio são de conhecimento público, o que torna possível que alguém tenha forjado a epístola e lançado ao mar.

“Estou jogando esta garrafa no mar, no meio do Atlântico. Devemos chegar a Nova York em alguns dias. Se alguém a encontrar, diga à família Lefebvre em Liévin”, diz o bilhete.

Lefebvre é o sobrenome da juvenil que supostamente assina a epístola, Mathilde Lefebvre. A moçoila tinha unicamente 12 anos e viajava na companhia da mãe e seus três irmãos. Os nomes constam na lista de vítimas, nenhum dos 4 membros da família voltou a ser visto após o náufrago.

“Considere várias possibilidades, todas igualmente interessantes e todas ‘genuínas’ a sua maneira. A mensagem pode ter sido escrita por Mathilde a bordo do Titanic ou pode ter sido escrita por outra pessoa em seu nome. Pode ser uma farsa escrita logo após a tragédia ou pode ser uma farsa recente”, avalia o observador Nicolas Beaudry, da Universidade de Quebec.

 

O post Garrafa com epístola é encontrada e cientistas suspeitam que seja de passageiro do Titanic apareceu primeiro em Site de Curiosidades.

Base deste teor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *